quinta-feira, 30 de abril de 2015

Capital do Rock recebe tributo a Ramones e Raimundos na quarta (6)

Os pais do punk rock, os Ramones, e os brasilienses dos Raimundos serão homenageados na quarta-feira (06/05) pelo projeto Capital do Rock. É o show da banda 1234 (AsTiaVéia), formada por Bruno Ramon (vocal), Régis Psico (guitarra), Promessas Destruidor (bateria) e Pedro Molestador (baixo). Nas picapes, antes e depois do show, DJ Maraskin, com o melhor do rock’n’roll.

Mulheres COM NOME NA LISTA entram DE GRAÇA até 22h.


domingo, 26 de abril de 2015

Tributo a Janis Joplin é destaque no Capital do Rock de quarta (29)

Na próxima quarta-feira (29), o projeto Capital do Rock vai colocar todo mundo para dançar e cantar. É o tributo à diva do rock, Janis Joplin, com a famosa banda Quinta Essência, que promete lotar a casa. Nas picapes, DJ Maraskin, com o melhor do rock’n’roll.

Mulheres COM NOME NA LISTA entram DE GRAÇA até 22h.


Quinta Essência

A Quinta Essência realiza uma das mais belas, viscerais e profundas homenagens àquela que é, sem dúvida, a rainha do rock mundial: Janis Joplin! Gleisson Chaves (guitarras/vocais), Marcelo Marssal (baixo/vocais), Wagner Galvão (teclados) e Eduardo Camargo (bateria) são a “base” para uma das mais belas vozes de Brasília: a da grande cantora e intérprete Mariana Coelho – que com toda sua potência vocal e carisma nato, faz do show um verdadeiro momento de prazer e alegria – aprovado por Serguei (lendário amigo/amante da própria Janis Joplin) e até por Rita Lee!


Janis Joplin

Janis nasceu na cidade de Port Arthur, Texas, nos Estados Unidos. Ela cresceu ouvindo músicos de blues, tais como Bessie Smith, Leadbelly e Big Mama Thornton e cantando no coro local. Cultivando uma atitude rebelde, Joplin vestia-se como os poetas da geração beat, mudou-se do Texas para San Francisco em 1963, morou em North Beach, e trabalhou como cantora folk. Por volta desta época seu uso de drogas começou a aumentar, incluindo a heroína. Janis sempre bebeu muito em toda a sua carreira, e sua preferida era a bebida Southern Comfort. O uso de drogas chegou a ser mais importante para ela do que cantar, e chegou a arruinar sua saúde.

Depois de retornar a Port Arthur para se recuperar, ela voltou para San Francisco em 1966, onde suas influências do blues a aproximaram do grupo Big Brother & The Holding Company, que estava ganhando algum destaque entre a nascente comunidade hippie em Haight-Ashbury. A banda assinou um contrato com o selo independente Mainstream Records e gravou um álbum em 1967. Entretanto, a falta de sucesso de seus primeiros singles fez com que o álbum fosse retido até seu sucesso posterior.

O destaque da banda foi no Festival Pop de Monterey, com uma versão da música "Ball and Chain" e os marcantes vocais de Janis. Cheap Thrills de 1968 fez o nome de Janis, foi seu álbum de maior sucesso, continha a música “Piece of my heart” que atingiu o 1º lugar nas paradas da Billboard e se manteve na posição durante oito semanas não consecutivas.

No final de 1968, Janis formou um grupo chamado Kozmic Blues Band, que a acompanhou no festival de Woodstock e gravou o álbum I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! (1969), premiado como disco de ouro mas sem o mesmo sucesso de Cheap Thrills. O grupo se separou, e Joplin formou então o Full Tilt Boogie Band. O resultado foi o álbum Pearl (1971), lançado após sua morte, e que teve como destaque as músicas "Me and Bobby McGee" (de Kris Kristofferson), e "Mercedes-Benz", escrita pelo poeta beatnik Michael McClure.

As últimas gravações que Janis fez foram “Mercedes Benz” e “Happy Trails”, sendo a última feita como um presente de aniversário para John Lennon que faria aniversário em 9 de outubro, em entrevista, Lennon contou que a fita chegou em sua casa após a morte de Janis.

Até 17h do dia do evento
Curta a página do Facebook do Homem da Marreta
Facilidades exclusivas para aniversariantes!

O Capital do Rock está em seu sexto ano de sucesso de público e crítica. O projeto, realizado pela Homem da Marreta Produções, acontece toda quarta-feira, a partir das 21h, na Stadt Bier Cervejaria, e visa resgatar a vertente do rock’n’roll de Brasília – grande sucesso e repercussão nacional nos anos 80 e 90. Os shows começam sempre por volta das 23h, ao final do 1º tempo dos jogos de futebol das quartas.

*PREÇOS do CAPITAL DO ROCK*
Com nome na lista (até 22h): GRÁTIS (mulheres) e R$ 15 (homens)
Sem nome na lista ou após 22h: R$ 15 (mulheres) e R$ 21 (homens)


Confira a agenda completa das QUARTAS:
29/04 - Quinta Essência, com tributo a Janis Joplin
06/05 - AsTiaVeia, com tributo a Ramones e Raimundos
Estreia! 20/05 - Top Top, com tributo a Mutantes. Abertura com banda Maria Sabino

Eventos Relacionados

sábado, 18 de abril de 2015

Capital do Rock tem tributo a AC/DC nesta quarta (22)

Os australianos do AC/DC ganham homenagem especial no Capital do Rock da próxima quarta-feira (22/04). É a banda AB/CD, que volta aos palcos da Stadt Bier para repetir o sucesso dos últimos shows deles. Nas picapes, antes e depois do show, DJ Maraskin, com o melhor do rock’n’roll.

Mulheres COM NOME NA LISTA entram DE GRAÇA até 22h.


quarta-feira, 15 de abril de 2015

Blues é destaque no Capital do Rock de quarta (15)

Com 18 anos de estrada, considerado um dos mais criativos grupos musicais de Brasília, a Geriatric Blues Band apresenta nesta quarta-feira (15), no projeto Capital do Rock, um show especial, com blues elétricos inspirados nos grandes mestres de Chicago. No repertório, canções de grandes nomes como Robert Johnson, B.B. King, Albert King, Eric Clapton, Buddy Guy, The Doors, além de composições autorais da banda, formada por Paulo Coelho (baixo), Nathal Oliveira (vocal), Rogério Silva (bateria), Ron Lemos (gaita), Luciano Tenório (saxofone), Daniel Costa (guitarra) e Romélio Lustoza (teclados). Nas picapes, antes e depois do show, DJ Maraskin, com o melhor do rock’n’roll.

Mulheres COM NOME NA LISTA entram DE GRAÇA até 22h.


sexta-feira, 10 de abril de 2015

Flower Power celebra paz e amor neste sábado (11)

Muita paz, muito amor e ainda mais alegria e diversão. Esta é a Flower Power, que estréia em Brasília neste sábado (11), no Velvet Pub. Inspirada no evento hippie mais tradicional da paradisíaca ilha de Ibiza, a festa vai trazer todas as cores, criatividade e estilo dos anos 70, embalada pela disco music, funk, groove, soul e rock.



terça-feira, 7 de abril de 2015

Capital do Rock recebe Tributo a Kiss na quarta (8)

O Capital do Rock desta quarta-feira (8) presta homenagem a uma das bandas de rock de maior sucesso da história: o Kiss. Quem realiza o tributo ao grupo dos EUA, que se apresenta pela primeira vez em Brasília no final de abril, são os brasilienses da Dressed to Kiss, que trazem toda a energia do show da banda original para já ir aquecendo a galera. Nas picapes, antes e depois do show, DJ Maraskin, com o melhor do rock’n’roll.

Mulheres COM NOME NA LISTA entram DE GRAÇA até 22h.