segunda-feira, 15 de junho de 2015

Capital do Rock de quarta (17) recebe Tributo a Jimi Hendrix

Duas horas de clássicos do virtuoso guitarrista Jimi Hendrix, como Purple Haze, All Along The Watchtower e Little Wing. É o que prometem os brasilienses da banda Stratosphera, que se apresenta no projeto Capital do Rock nesta quarta-feira (17/06). O show de abertura tem muito rock progressivo com a banda autoral Parafernália. E, nas picapes, DJ Maraskin, com o melhor do rock’n’roll.

Mulheres COM NOME NA LISTA entram DE GRAÇA até 22h.

Stratosphera

Formada em 2013, a Stratosphera é uma banda de blues rock que têm como referência artistas do mesmo gênero, tais como: Gary Clark Jr., Gov't Mule, Jimi Hendrix e Albert King. Em maio de 2014, o grupo lançou um EP de quatro faixas, intitulado "Terra de Ninguém", mostrando uma sonoridade moderna, com novas abordagens para elementos já tradicionais no blues rock, tais como o slide-guitar, pedais fuzz, delay reverso e muitos outros.


Formação: Adônis Reis (voz e guitarra), Rodrigo Figueiredo (guitarra), Wander Santos (baixo), Rafael "Piu-piu" Pereira (bateria).

Parafernália

Com 15 anos de estrada, a Parafernália tem influência dos conjuntos nacionais dos anos 70, da música clássica, além do rock progressivo britânico e italiano. O grupo mescla hard/heavy e progressivo, com desenvolvimento apurado de arranjos e passagens instrumentais.


Em agosto de 2011, a Parafernália lançou seu primeiro CD homônimo. O álbum vem sendo distribuído em vários países da Europa, Japão, Canadá, EUA e Israel, com excelente repercussão. Formação: Dado Nunes (baixo e vocal), Pablo Kosinski (bateria), Pedro Moris (teclado e vocal) e Rodrigo Figueiredo (guitarra e vocal).

Jimi Hendrix

James Marshall "Jimi" Hendrix (nascido Johnny Allen Hendrix; Seattle, 27 de novembro de 1942 – Londres, 18 de setembro de 1970) foi um guitarrista, cantor e compositor dos EUA. É considerado um dos melhores e maiores guitarrista da história do rock e um dos mais importantes e influentes músicos de sua era, em diversos gêneros musicais.


Depois de obter sucesso inicial na Europa, conquistou fama nos Estados Unidos depois de sua performance em 1967 no Festival Pop de Monterey. Hendrix foi a principal atração, dois anos mais tarde, do icônico Festival de Woodstock e do Festival da Ilha de Wight, em 1969 e 1970 respectivamente .

Hendrix dava preferência a amplificadores distorcidos e crus, dando ênfase ao ganho e aos agudos, e ajudou a desenvolver a técnica, até então indesejada, da microfonia. Ele foi um dos músicos que popularizou o pedal wah-wah no rock popular, que ele usava frequentemente para dar um timbre exagerado a seus solos, particularmente com o uso de bends e legato baseados na escala pentatônica.

Foi influenciado por artistas de blues como T-Bone Walker, B.B. King, Muddy Waters, Howlin' Wolf, Albert King e Elmore James, guitarristas de rhythm and blues e soul como Curtis Mayfield, Steve Cropper, assim como de alguns artistas do jazz moderno. Em 1966, Hendrix, que tocou e gravou com a banda de Little Richard de 1964 a 1965, foi citado como tendo dito: "Quero fazer com minha guitarra o que Little Richard faz com sua voz."

O guitarrista conquistou diversos dos mais prestigiosos prêmios concedidos a artistas de rock durante sua vida e recebeu diversos outros postumamente, incluindo sua confirmação no Hall da Fama do Rock and Roll americano, em 1992, e no Hall da Fama da Música do Reino Unido, em 2005. Uma blue plaque (placa azul) foi erguida, com seu nome, diante de sua antiga residência, na Brook Street, de Londres, em setembro de 1997.

Uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood (Hollywood Boulevard, 6627) foi dedicada a ele em 1994. Em 2006, seu álbum de estreia nos Estados Unidos, Are You Experienced, foi inserido no Registro Nacional de Gravações, e a revista Rolling Stone o classificou como o melhor guitarrista na sua lista de 100 maiores guitarristas de todos os tempos, em 2003.

Até 17h do dia do evento
Curta a página do Facebook do Homem da Marreta
Facilidades exclusivas para aniversariantes!

O Capital do Rock está em seu sexto ano. E, para celebrar o sucesso do projeto realizado toda quarta-feira, a partir das 21h, na Stadt Bier Cervejaria, a Homem da Marreta Produções ampliou a seleção das bandas participantes, promovendo o encontro entre a música autoral produzida na capital federal e tributos a clássicos do rock.

*PREÇOS do CAPITAL DO ROCK*
Com nome na lista (até 22h): GRÁTIS (mulheres) e R$ 15 (homens)
Sem nome na lista ou após 22h: R$ 15 (mulheres) e R$ 21 (homens)


Confira a agenda completa das QUARTAS:
17/06 - Stratosphera, com tributo a Jimi Hendrix, e o rock autoral proressivo da banda Parafernália
24/06 - Bons Jovens, com tributo a Bon Jovi. e o hard rock autoral da Hazzard Hangover

Eventos Relacionados

Nenhum comentário:

Postar um comentário